terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Pedro Caramez e as Redes Sociais

Pedro Caramez é professor no Instituto Superior da Maia, no programa de Gestão do Desporto, desde 1998. Nasceu no Porto, em 1974 e actualmente, reside em Viana do Castelo. Interessa-se pela área do desporto, gestão, negócios, social media, redes sociais, entre outros.

1- Quem é o Pedro Caramez?
 
É um professor que aprende todos os dias com as pessoas que me contatam para as ajudar a gerir a sua presença online. Atualmente, centro a minha a atenção na formação e na consultoria de projetos alicerçados nas redes sociais.

 2- Rui Pedro Caramez está muito atento às redes sociais. A que acha que se deve o boom das redes sociais? As redes sociais existem desde os tempos mais remotos, começaram por vários motivos tendo sempre um objetivo comum, o relacionamento. A primeira rede denominava-se de sixdegrees. As redes tornaram-se um ponto de encontro comum entre amigos ou pessoas com interesse comuns.

 3- Em que medida acha que as novas tecnologias permitiram para este boom? Potenciaram-no!

 4- Quais as redes sociais de que é membro?
Ui ui ui muitas… Evidentemente, que procuro acompanhar as tendências nesta matéria a acabo por aderir à várias redes sociais. Diria que estou mais focado nas 4 grandes redes sociais: Linkedin, Twitteer, Facebook e Google+.

 5- Li no seu blog http://pedrocaramez.com/ que se interessa especialmente pelo LinkedIn. O que é o LinkedIn?
 É uma rede social virada para os profissionais. Nesta rede, as motivações são muito focadas para as questões profissionais: procura de emprego, procura de candidatos a emprego, reforço das relações profissionais, procura de clientes, parceiros ou fornecedores são alguns dos objetivos que é possível atingir com a presença nesta rede social.

6- Quais as vantagens desta rede relativamente às outras redes sociais?

A sua dimensão profissional e o reconhecimento à escala mundial da credibilidade desta rede.

 7- Quem é o Pedro Caramez no LinkedIn?
É o mesmo que o Pedro Caramez fora do Linkedin. Alguém disposto a ajudar os outros, a partilhar conteúdo relevante sobre o fenómeno das redes sociais.

8- Na palestra que deu em Novembro do ano passado, na Almedina do Estádio de Coimbra, sobre media e redes sociais, abordou a vantagem de poder fazer uma conferência em casa, em chinelos e calças de pijama e casaco de fato, porque a quem está do outro lado da linha, parece que está de fato. Isso não fará com que se percam as ligações humanas, mesmo que a nível profissional? Ou seja, uma decisão face-a-face não poderá ser diferente de uma decisão tomada on-line?

 Ora bem, as decisões nunca são tomadas estritamente no ambiente online. Estas tecnologias potenciam a nossa comunicação e ajudam à nossa tomada de decisão com mais e melhor informação seja pela leitura de conteúdos seja partilha de informação de uma pessoa conhecida.

 9- As redes sociais são rivais do profissionalismo?
De forma alguma!

 10- Como é a vida de um profissional tão envolvido no www?
 Igual à dos outros… evidentemente que esta dinâmica mexeu um pouco com o meu dia-a-dia na medida em que adquiri novos hábitos. No entanto, não me parece muito diferente. A vontade de aceder à informação já existia. Agora, é feita com outros meios… A vontade de conversar com os amigos já existia. Agora acontece TAMBÉM com o recurso a outros meios.

 11- Por outro lado, acha que as redes sociais podem ser a salvação do estado do nosso país, promovendo emprego e soluções?  Não só, mas também!

 12- Há dias de folga, ou horas de descanso para uma pessoa que se dedique às novas tecnologias? Uma pessoa que tem um público dinâmico, com que contacta ao minuto, está constantemente disponível on-line?  Temos sempre dias de descanso destas coisas… mas não podemos correr o risco de sermos os últimos a saber de alguma mudança a nível tecnológico pelo menos ao nível das redes sociais.

 13- Quais são os pontos essenciais para rentabilizar a presença online?
 Cuidarmos da imagem que projetamos nestas redes sociais, através daquilo que partilhamos, do que dizemos ou comentamos…
 Demonstrarmos credibilidade, transmitirmos confiança às pessoas …
 Consistência – Quem somos offline = quem somos online

 14- Onde podemos encontrar o Pedro Caramez?
Online e em muitos dos eventos que vão ocorrendo por todo o país. Este ano promete ser intenso…

Mara Rodrigues, R2